Obreiros unidos na fé

Posted by OBREIROS EM FOCO quarta-feira, 20 de junho de 2012 0 comentários

Voluntários prestam ajuda aos necessitados em Porto Velho


Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que a cada 40 segundos duas pessoas cometem suicídio em alguma parte do mundo. Por dia, aproximadamente 3 mil tiram a própria vida. Segundo a OMS, o Brasil ocupa o 73º lugar entre os países que registram o maior percentual de casos.
O motivo pelo qual muitos põem fim à própria vida são diversos, como doenças, brigas familiares, discórdias, dívidas, depressão, vícios, entre outros.
Mas, para tentar diminuir essa estatística, os obreiros da IURD em Porto Velho (RO) vêm desenvolvendo um trabalho especial junto à sociedade. Há mais de 20 anos estes voluntários levam a Palavra de Deus aos mais necessitados e estendem a mão a quem precisa.
Assista ao vídeo abaixo e confira o trabalho realizado:

O tempo de Deus

Posted by OBREIROS EM FOCO 0 comentários
Paciência é primordial para alcançar as promessas do Senhor
Por bispo Sérgio Correa

Quando estamos com a mente voltada para Deus, estamos em sintonia com Ele e sabemos qual é Sua direção para a nossa vida, pois Ele nos guia. Estamos vivendo tempos difíceis, e precisamos estar de pé para ouvir a voz de Deus. Meditem sobre isso em Ezequiel 2:1-2.
Em muitas situações do dia a dia, somos impacientes para esperar. Porém, com as promessas de Deus não há jeito, temos que esperar seu cumprimento. O que prevalece é o tempo de Deus em nossa cronologia e não o nosso tempo na cronologia de Deus. Temos que ter paciência para com suas promessas.
Na vida sentimental, é muito comum as pessoas se apressarem na escolha. Muitos têm fracassado, pois não sabem esperar pela pessoa e pela hora certa. 
Seguindo esse raciocínio, leiam o Salmo 40, principalmente do versículo 1 ao 5.
Deus os abençoe.

Primeiro Amor

Posted by OBREIROS EM FOCO 0 comentários

Primeiro Amor

A acomodação espiritual é o principal motivo pelo qual muitos desistem da fé

"Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas." (Apocalipse 2.5)
Deixar ao primeiro amor é o motivo pelo qual muitos obreiros têm fracassado em seus ministérios e isso se dá porque ao longo dos anos deixam que a acomodação e o relaxamento, invadam suas vidas fazendo com que a fé seja mal cuidada. Eles  deixam de orar, jejuar e ajudar ao próximo e acabam se distanciando de Deus.
Um exemplo disso é a história de vida de Rosana. Ela foi obreira e acabou caindo na fé. Bispo Sérgio Correa conversou com ela. Confira a primeira parte do vídeo:

VEJA A CONTINUAÇÃO DESSA HISTÓRIA.

Caravana do Resgate

Posted by OBREIROS EM FOCO 0 comentários

Caravana do Resgate

Cenáculo de Maceió recebe a visita do bispo Sérgio Correa

Por Cássia Duarte / Fotos: IURD- AL
mailto:%20redacao@arcauniversal.com
O último dia 7 foi marcado por uma intensa movimentação no Cenáculo Maior do Espírito Santo em Maceió, capital de Alagoas. Multidões vindas de várias localidades superlotaram o templo que ficou pequeno para conter tanta gente.
Obreiros, membros, evangelistas, pessoas do Força Jovem, pastores, todos tiveram a oportunidade de buscar uma renovação espiritual. Entretanto, o grande número de afastados pôde, por meio dessa reunião especial, se reencontrar com o Senhor Jesus, e com Ele fazer uma nova aliança.
A Caravana do Resgate já percorreu todo o Brasil e onde passou proporcionou o avivamento, haja vista que, com o decorrer dos anos, muitas pessoas vão se acomodando espiritualmente, se desinteressando pelas coisas de Deus e muitos acabam se perdendo pelo caminho. Situação semelhante a do filho pródigo, descrito nas Sagradas Escrituras. Ele tinha de tudo ao lado do pai, vivia em segurança e realização, mas, em um determinado momento, resolveu abandonar a companhia do pai e partir sem destino certo.
Longe, em meio aos problemas e desespero, ele resolveu voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído, e ao tomar essa atitude foi recebido com alegria e uma bela festa. É justamente isso que acontece quando uma pessoa afastada volta para o Senhor Jesus, ela recebe uma nova chance, uma nova oportunidade de reconstruir a sua vida em todos os sentidos. Foi esse desfecho que teve esta segunda Caravana do Resgate.
Durante o culto, o bispo Sérgio Correa chamou atenção de todos para um assunto muito importante: a hora da morte. “Talvez essa pode ser a sua última vez aqui na igreja, na reunião. Pode ser a minha última reunião, porque nós não sabemos a hora em que vamos morrer, e por isso devemos estar preparados”.
Após reflexão, os que estavam afastados foram chamados à frente do altar para um momento de conserto e renovação espiritual. Por meio de orações, clamores, pedido de perdão, a celebração da Santa Ceia e batismo nas águas, milhares de pessoas puderam restabelecer a comunhão com Deus, com sinceridade de coração. 
Posted by OBREIROS EM FOCO 1 comentários
Um garotão inteligente, vindo da roça, candidatou-se a um emprego numa grande loja de departamentos da cidade. Na verdade, era a maior loja de departamentos do mundo, tudo podia ser comprado ali.
O gerente perguntou ao rapaz:
— Você já trabalhou alguma vez?
— Sim, eu fazia negócios na roça.
O gerente gostou do jeitão simples do moço e disse:
— Pode começar amanhã. No fim da tarde, venho ver como se saiu.
O dia foi longo e árduo para o rapaz. Às 17h30, o gerente se aproximou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:
— Quantas vendas você fez hoje?
— Uma!
— Só uma? A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia.
— De quanto foi a sua venda?
— Dois milhões e meio de reais.
— COMO CONSEGUIU ISSO???
— Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande. Depois vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa, para pescaria pesada. Perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então o acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha.
Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha, e o levei à seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas.
Perplexo, o gerente perguntou:
— Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol?
— Não, senhor. Ele entrou aqui para comprar um pacote de absorventes para a mulher, e eu disse: “Já que o seu fim de semana está perdido, por que o senhor não vai pescar?”.
O pobre só continuará pobre até o dia em que descobrir que pensar é de graça.

O blog Obreiro em Foco!

Posted by OBREIROS EM FOCO 0 comentários
Um mais novo canal de informações para o fortalecimento de todos os obreiros do Brasil e do mundo.

Postagens Populares

Blogger news